Assine

União de Municípios

Celebrar os 50 anos do 25 de abril em parceria

Macedo, Alfândega da Fé e Vinhais uniram-se na celebração dos 50 anos do 25 de abril

Teatros, saraus de poesia e musicais, atuação de bandas filarmónicas e outras atividades desenvolvidas por escolas de música e universidades seniores vão desenrolar-se na semana de 17 a 25 de abril numa organização conjunta dos concelhos de Alfândega da Fé, Macedo de Cavaleiros e de Vinhais de comemoração dos 50 anos do 25 de Abril.

Para os três municípios esta parceria, cuja iniciativa partiu de Macedo de Cavaleiros, tem “todo o interesse”, como forma de divulgação da cultura de cada um deles. É o que sublinha Antónia Morais, chefe de divisão da cultura e turismo de Macedo de Cavaleiros, quando afirma que a proposta de uma organização conjunta das comemorações do 25 de Abril “surgiu da necessidade de criar sinergias entre câmaras do território de Trás-os-Montes” com o objetivo de “promover o intercâmbio de grupos culturais locais” e de “dar a conhecer aos munícipes dos concelhos vizinhos a cultura local de cada município”.

Do lado de Vinhais, Artur Marques, vereador da Câmara Municipal, com formação de professor, acrescenta que Macedo e Vinhais já partilham iniciativas há largos anos, parcerias que têm obtido “resultados positivos”. Artur acrescenta ainda que estes acordos são sempre uma “mais-valia”, pois “tudo o que for juntar energias para sermos culturalmente mais fortes”, sobretudo quando se trata de “municípios pequenos”, faz sentido porque “o trabalho em rede torna cada evento mais visível”.

Maria Manuel Silva, 36 anos, vice-presidente da Câmara Municipal Alfândega da Fé, formada em turismo, lazer e património, sublinha que o 25 de abril foi uma revolução muito importante para os poderes locais, tendo permitido aproximar as pessoas da decisão e que,
numa altura em que se deseja uma maior coesão territorial, é importante “abraçar” as iniciativas e “perceber que trabalhando lado a lado, a nível do distrito, acaba por se enaltecer e fortalecer todas as iniciativas que se pretendem concretizar”.

Além disso, diz a autarca, há “uma grande partilha de todo o trabalho que se desenvolve localmente”, o que “ajuda a fortalecer os laços que temos uns com os outros”. E não tem dúvidas: “estas parcerias com outros municípios vieram para ficar”.
É o caso da Bienal de Arte Contemporânea, que terá início a 18 de maio e se prolonga até 30 de novembro, e que este ano além de centrado em Macedo de Cavaleiros incluirá polos de exibição em Vinhas, Alfândega da Fé e Freixo de Espada à Cinta.

Do Sabor, passando pelo Azibo e terminando em terras do Parque Natural de Montesinho, os próximos dias serão dedicados a celebrar a liberdade.

As celebrações iniciaram em Alfândega da Fé, no dia 17 de abril, com o Sarau Literário organizado pelo Agrupamento de Escolas e que servirá de mote para o ponto alto, que será no dia 25 de abril.

Escreva à redação

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!