Assine

De Paris para Vinhais

Claire Camus e Henrique do Vale: à procura de uma vida mais sustentável

Claire Camus e Henrique do Vale, o casal que veio para Vinhais. Foto © Rúben Castanheiro
Claire Camus e Henrique do Vale, o casal que veio para Vinhais. Foto © Rúben Castanheiro

Claire Camus e Henrique do Vale deixaram Paris para abraçar uma vida em Portugal. Claire era organizadora de eventos e Henrique diretor de arte no cinema. Apesar de terem empregos bastante bem remunerados, Claire e Henrique viviam um “relacionamento à distância”. Em 2014, Claire trabalhava em Paris e Henrique fazia longas viagens para realizar filmes no Rio de Janeiro. Decidiram mudar-se para Lisboa e em 2020 vieram instalar-se em Vila Boa, no concelho de Vinhais. Atualmente encontram-se na sede de concelho.

Já antes de se mudarem para Portugal o seu ponto de encontro era Lisboa. Entre Paris e o Rio de Janeiro, Lisboa “era a cidade no meio” e o lugar mais central nas rotas aéreas, começou por dizer Henrique, no início da conversa com o 7MONTES. A pouco e pouco, apesar dos trabalhos lucrativos que tinham, a distância foi-se afirmando como um “entrave” entre os dois e por isso decidiram mudar-se de vez para Lisboa. Aqui, a vida de Henrique e Claire iria mudar. Chegaram quase sem nada. Abraçaram o ramo da imobiliária e dedicaram-se a remodelar e alugar casas. A opção revelou-se certeira :“acabou por ser produtivo, porque, em França, havia grande procura de apartamentos em Lisboa, pelo que bastou criar uma rede entre Portugal e França neste ramo”, explica Claire.

O trabalho decorria normalmente. Mas, em 2020, precavendo os riscos da futura pandemia que se aproximava, decidiram vir morar para Vila Boa, terra de onde Henrique é natural.

“Sempre tive uma ligação à natureza, porque, quando era mais novo, as minhas férias eram passadas em Trás-os-Montes”. Esta vinda para a região transmontana foi uma “lufada de ar fresco”, porque, além de ser um sítio “calmo”, também era um local conveniente para a doença rara do filho Gaspar, diagnosticada ainda quando estavam em Lisboa.

“Desde que viemos para Vila Boa, foi mais fácil conviver com a doença do Gaspar, porque tivemos outros apoios que não conseguíamos ter em Lisboa e porque o ambiente local é mais favorável para lidar com essa doença”, reconhecem os doios
A verdade é que Henrique e Claire não ficaram parados no território. Henrique voltou a trabalhar na sua área, por um mero acaso:

“Chamaram-me e eu fiz pelo menos três filmes e continuo a fazer, mas o mercado não é tão forte como em França, porque falta apoio em termos de equipamento. O nosso território de Trás-os-Montes oferece excelentes condições para a realização de filmes, mas faltam bons equipamentos. Nem os há no Porto, pelo que temos de os ir alugara Lisboa.”

Já Claire trabalha a partir de casa, ainda no ramo da imobiliária. Mas, para o futuro, têm outros planos, para dinamizar o território:

“Pretendemos construir um alojamento local de agroturismo, que possibilite aos hóspedes, enquanto aqui estão, realizar algumas atividades que envolvam a agricultura. Assim, as pessoas podem, ao mesmo tempo, ter um sítio onde estar e onde possam aprender.”

Além do ramo da imobiliária, Claire também faz parte de uma associação, que reúne várias mulheres de norte a sul do país, as Guardiãs da Natureza  Esta associação tem como objetivo “proteger e promover o desenvolvimento sustentável do mundo rural”. Claire, como Sara Riso [ ver 7MONTES] e Elisabete Ferreira [ ver 7MONTES], é uma das “guardiãs” do Parque Natural do Montesinho.

“Conheci esta associação no âmbito do nosso projeto de agroturismo sustentável”, diz.

Para além desse projeto, Claire já tem outro em mente, com raízes francesas: “Pretendemos introduzir trotinetes elétricas sustentáveis, que possibilitem aos nossos hóspedes, deslocar-se, não só pelos 6 hectares que compõem a nossa quinta, mas também pelos caminhos que rodeiam o Parque Natural de Montesinho, sem assustar e perturbar a fauna e a flora existentes”, diz. A tranquilidade do interior, oposta à confusão da cidade, é mesmo algo de muito importante para ambos.

Escreva à redação

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!