Assine

Vila Real

Fórum distrital mobiliza 30 personalidades pela erradicação da pobreza

Núcleo Distrital de Vila Real do Fórum foi constituído em fevereiro de 2023. Foto DR

“Promover a reflexão e o debate sobre o problema social da pobreza e da exclusão social” é o principal objetivo do Fórum Cidadania Pela Erradicação da Pobreza, que envolve cerca de 30 cidadãos de diferentes áreas de atividade – professores universitários e de outros níveis de ensino, assistentes sociais, empresários, técnicos e dirigentes associativos – dois ex-deputados (Luís Ramos, do PSD, e António Martinho, do PS) e o embaixador Seixas da Costa.

Sob o desígnio de erradicar a pobreza, o grupo, nascido de uma iniciativa da Rede Europeia Anti Pobreza (EAPN) que possui uma equipa dinamizadora no distrito de Vila Real, “resulta de uma interação voluntária entre pessoas e entidades, que convoca e envolve a sociedade”, está empenhado na “construção de uma sociedade com mais garantia de direitos e de igualdade de oportunidades”.

Em Vila Real, de acordo com Artur Cristóvão, antigo docente e ex-vice-reitor da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), o fórum distrital, “com uma natureza autónoma, independente e voluntária, enquadra-se num contexto de partilha de informação, conhecimento, ideias e de mobilização para a ação e inovação social na base da reflexão e análise das necessidades no âmbito da problemática da pobreza e exclusão social”.

“Sendo a pobreza um fenómeno estrutural, complexo e multidisciplinar, o exercício de reflexividade, mediação institucional e lobby implicará envolver no Fórum distrital várias áreas científicas, disciplinares, técnicas, institucionais e profissionais”, acrescenta.

No último ano, o fórum realizou um conjunto de debates temáticos, em diferentes concelhos, “com o objetivo de chamar a atenção para a pobreza no distrito”. Foram tratados os temas “pobreza energética”, “envelhecimento”, “saúde e pobreza”, “rendimento suficiente”, “educação e pobreza” e “migrações e cidadania”.

Em 2024, pretende continuar a envolver todos os que atuam nas áreas da saúde, educação e ação social. Brevemente, a 29 de maio, na UTAD, levará a cabo um seminário sobre “Pobreza e território – evocando os 50 anos do 25 de abril e refletindo sobre o futuro” e um conjunto de debates sobre os temas: “Rendimento laboral e pobreza”, “Habitação social e colaborativa”, “Novas respostas sociais para o envelhecimento”, “Alimentação, saúde e pobreza”, “Retrato da pobreza no Norte e em Vila Real”. O mote fundamental do Fórum continua a ser “a vontade de promover a reflexão e o debate sobre o problema social da pobreza e da exclusão social”.

 

Escreva à redação

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!