Assine

Novo serviço de mobilidade

Peso da Régua terá transportes públicos urbanos a partir de 1 de março

Cidade da Régua conta com um novo serviço de mobilidade. Foto © CM Peso da Régua

A cidade do Peso da Régua terá, pela primeira vez, transportes públicos urbanos que vão assegurar já a partir desta sexta-feira, 1 de março, um serviço de autocarros em dois percursos. Após a fase experimental que decorreu no ano passado, a concessão vai garantir aquele serviço por um período de seis meses e pretende “facilitar a mobilidade na zona urbana”.

Os transportes públicos farão a ligação entre a zona alta, o Peso, e a zona baixa, a Régua, mas vão também servir Godim, permitindo à população residente “uma alternativa de circulação”. “Para além de facilitar a mobilidade dos munícipes dentro da cidade, este novo serviço vai contribuir ainda para a descarbonização e facilitar o fluxo de trânsito”, declarou o presidente da autarquia, José Manuel Gonçalves, ao 7MONTES.

O autarca lembrou que a cidade duriense, plantada à beira Douro, “tem algumas especificidades em termos de relevo”, pelo que o objetivo é “unir e consolidar o tecido urbano da cidade” e fazer uma ligação entre os estabelecimentos escolares, os espaços comercias e as áreas residenciais.

O contrato de concessão foi lançado por um período de seis meses, com um custo para a autarquia que “terá em conta a receita cobrada por parte do operador”.  Terminado este período, “será lançado um concurso público para um intervalo de tempo mais alargado”. “Neste momento temos um circuito testado e programado para duas linhas. A partir de março, será possível circular em toda a área da cidade sem precisar de transporte próprio”, afirmou José Manuel Gonçalves.

Serviço terá duas linhas e autocarros de meia em meia hora

O bilhete simples para uma deslocação custa 50 cêntimos e o passe mensal 15,00 euros, sendo gratuito para jovens estudantes até aos 23 anos e para antigos combatentes. Já os aposentados e pessoas com necessidades especiais, ou mobilidade reduzida, vão pagar, mensalmente, 10 euros. A volta completa demora uma hora e a passagem em cada paragem será feita com uma regularidade de meia hora.

Para informações detalhadas sobre as diferentes linhas de autocarros, horários, paragens e mapas deverá consultar a página da autarquia na Internet.

Escreva à redação

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!