Assine

Eleições Europeias

Trás-os-Montes: votação muito homogénea e abstenção mais baixa do que a média nacional

Eleitores europeus foram ontem a votos. Foto DR

No Distrito de Bragança a afluência às urnas (39,40%) foi ligeiramente superior à registada no distrito de Vila Real (38,26%), mas em qualquer deles ficou sempre acima da média nacional. Em ambos os distritos a vitória foi para a Aliança Democrática (AD), ficando o Partido Socialista (PS) em segundo lugar. Qualquer que seja a variável de análise que se escolha, o comportamento eleitoral num e noutro dos territórios é muito semelhante.

Em Bragança a AD (40,87%) registou um resultado tangencialmente inferior às eleições europeias de 2019 (41%), enquanto em Vila Real a evolução foi no sentido inverso: de 40,59% em 2019 para 40,71% ontem. O PS obteve pior resultados do que há cinco anos, passando de 34,11% para 33,06% em Vila Real e de 34,70% para 32,67% em Bragança. Tais alterações, sendo de pequena dimensão, mostram uma região em que as tendências de voto na AD e no PS permanecem quase inalteradas nestas duas últimas eleições europeias.

O Chega sai das eleições de 9 de junho como terceira força política em Trás-os-Montes, com 10,27% dos votos em Bragança e 9,33% em Vila Real. O conjunto dos três partidos à esquerda do PS (Livre, BE e PCP) recuam mais em Bragança (de 9,54% para 5,49%) do que em Vila Real (de 8,37% para 6,17%). Em qualquer um dos distritos a IL garante o quarto lugar com resultados pouco abaixo dos 5%.

Embora o voto em mobilidade possa ter tido alguma influência num aumento ligeiro dos votos expressos em Trás-os-Montes, os concelhos com mais elevada afluência às urnas foram Alfândega da Fé (53,71%) e Freixo de Espada à Cinta (51,59%), ambos no distrito de Bragança, onde o concelho com maior abstenção terá sido o do Vimioso (35%). No distrito de Vila Real, Sabrosa (45,03%), Vila Real (43,11%) e Mesão Frio (40,59%) foram os concelhos em que a população mais se mobilizou para ir votar, enquanto no polo oposto, Ribeira de Pena (32,02%), Valpaços (34,39%) e  Chaves (34,67%) foram aqueles concelhos em que a abstenção foi mais elevada. O concelho de Vila Real representa, por si só, cerca de um quarto do total dos inscritos no conjunto do distrito.

7MONTES é financiado pelo programa Local Media for Democracy do Journalismfund Europe www.journalismfund.eu

Escreva à redação

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!