Assine

Ensino universitário

UTAD abre curso ‘Cidades Sustentáveis e Inteligentes’ com olhos postos no futuro

UTAD tem um campus de 130 hectares, 20 edifícios e cerca de 10 quilómetros de vias. Foto © DR

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) aposta numa nova licenciatura já a partir do próximo ano letivo, cuja primeira fase de candidaturas arranca a 22 de julho. O curso Cidades Sustentáveis e Inteligentes visa dotar os estudantes de competências relacionadas com a “adaptação das cidades às alterações climáticas” ou a “utilização das tecnologias digitais para tornar as cidades inteligentes”.

Financiado pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), este novo ciclo de estudos terá a duração de três anos. Os futuros licenciados poderão ingressar em empresas de estudos e projetos com responsabilidades no planeamento, conceção e gestão sustentável, administração central e regional, associações de municípios, autarquias e empresas municipais, agências governamentais, de ambiente ou de desenvolvimento local.

“Esta nova oferta formativa vai ao encontro da missão da UTAD em responder às exigências de um mundo em constante mutação e no qual os processos de inovação e tecnologia são cada vez mais focados no desenvolvimento sustentável” afirma o reitor, Emídio Gomes, considerando que “a UTAD está a contribuir para o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) dedicado a tornar as cidades e as comunidades inclusivas, seguras, resilientes e sustentáveis”.

Assim, os estudantes que escolherem o novo curso da UTAD “vão ser capazes de analisar o conceito de sustentabilidade à escala urbana para aplicar os seus princípios no planeamento sustentável, na eficiência energética e hídrica dos sistemas e edifícios, na gestão de resíduos, na implementação de energias renováveis e da mobilidade sustentável, na utilização de materiais e sistemas sustentáveis”.

Com um plano de estudos multidisciplinar, “este curso oferece uma componente prática que permitirá contactar com a investigação mais recente nesta área da sustentabilidade urbana e usufruir de protocolos com diversas instituições públicas e privadas”.

A sustentabilidade é um pilar do projeto de governação da UTAD e está muito presente na gestão do seu ecocampus. “Têm sido delineadas estratégias para fazer do nosso campus um laboratório vivo, que permite a estudantes, docentes e não docentes contribuir para o desenvolvimento sustentável de um espaço com mais de 130 hectares, 20 edifícios e cerca de 10 quilómetros de vias”, frisa o reitor.

Além da licenciatura em Cidades Sustentáveis e Inteligentes, a academia transmontana oferece mais 37 opções de 1.º ciclo no Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior.

7MONTES é financiado pelo programa Local Media for Democracy do Journalismfund Europe www.journalismfund.eu

Escreva à redação

Subscribe To Our Newsletter

Subscribe to our email newsletter today to receive updates on the latest news, tutorials and special offers!